segunda-feira, 2 de maio de 2011

Combater as Estrias



Muitas mulheres sofrem deste problema. 
E engana-se quem pensa que apenas as mais “gordinhas” são afectadas. Há muitas mulheres magras que apresentam estrias.




Causas das estrias? Várias.
  • Oscilações de peso;
  • Gravidez (está também relacionado com o 1º ponto);
  • Crescimento rápido na fase da adolescência  (a pele estica imenso)
  • Falta de hidratação da pele. Se a pele não está hidratada, reage ao esticar originando as estrias, visto que as fibras de colagéneo e e de elastina  entram em ruptura.
Como combater as estrias? Duas formas de combate:
  • prevenção;
  • erradicação.
Prevenir as estrias:
  1. Para as prevenir há que trazer a pele sempre hidratada, principalmente as zonas mais propensas a este “mal”: coxas, barriga e seios. O óleo de amêndoas doces, ou produtos que o tenham como ingrediente são uma boa opção!
  2. Procure também ter uma alimentação saudável, beba muita água por dia e pratique exercício físico.
  3. Evite oscilações de peso. Se mesmo assim, tiver estas oscilações, hidrate sempre a pele.
Erradicar as estrias:
  1. As estrias não desaparecem por completo. Mas o seu efeito pode ser minimizado
  2. Como estão as suas?  De cor vermelha ou rosa (mulheres de raça branca), beijes ou acastanhadas (mulheres de raça negra)?                                                                                                                                                        Se for o caso, então são recentes, logo, mais fáceis de erradicar/minimizar.

Pode tentar o óleo de rosa mosqueta, que tem a capacidade de regenerar a pele. Complemente com umas massagens sobre as zonas afectadas durante uns segundos. Tenha o cuidado de não apanhar sol após a aplicação do óleo, pois pode manchar a pele.


Há técnicas cirúrgicas para a erradicação ou minimização das estrias, mas para tal deverá consultar um profissional da área, que a aconselhará no melhor tratamento.


Mensagem By Beauty Blogger Ana Parreira

2 comentários:

  1. Eu gostei muito deste comentário porque tenho andado a seguir e penso que é a primeira vez que falam de como tratar alguns problemas em mulheres de raça negra.
    Gostaria que o fizessem mais vezes pois fiquei satisfeita.
    Beijinhos e obrigado.

    ResponderEliminar
  2. Oi Leila! Obrigada pelo teu comentário e opinião. beijocas

    ResponderEliminar

Pesquisar Aqui